Abertura do Parque Nacional do Descobrimento


DSC_5654O Parque Nacional do Descobrimento recebeu neste domingo, 15, participantes do 1º Passeio Ecológico da República, que percorreram as trilhas preservada de Mata Atlântica de bicicleta, a pé e a cavalo, com iniciativa do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO) em parceria com a Prefeitura de Prado.

 

O documento do Termo de Reciprocidade foi firmada na última semana, 13, entre os dois órgãos para colaborar com o desenvolvimento do plano de uso da reserva biológica.

 

DSC_5673Segundo o analista ambiental, Geraldo Machado Pereira, Chefe do Parque Nacional do Descobrimento (PARNA) a iniciativa faz parte da estratégia da chefia do parque de compartilhar a gestão com a comunidade. “Queremos trazer as pessoas para o parque. Permitir que elas desfrutem dos atrativos e possam, a partir daí, contribuir para melhorar a unidade e se tornar nossas aliadas”, afirma.

 

Para a Prefeita do Prado, Mayra Brito, a visitação no PARNA é mais uma das diversidades naturais que surge como opção da prática do ecoturismo e do turismo familiar. “Nossa gestão tem trabalhado para fortalecer o segmento turístico, um dos mais importantes meios de emprego e renda dos pradenses, por isso, nosso empenho em apoiar essas iniciativas sustentáveis”, disse.

 

O parque

 

DSC_5688O Parque Nacional do Descobrimento foi criado em 20 de abril de 1999, um ano antes das comemorações dos 500 anos do Brasil. Compõe, junto com os parque nacionais do Monte Pascoal e do Pau Brasil, um corredor ecológico de Mata Atlântica na chamada Costa do Descobrimento, no litoral sul da Bahia.

 

Com 22.693 hectares, o parque preserva exemplares de papagaio chauã, que é o símbolo da UC, veado-mateiro, queixada, anta, harpia, vários felinos, como a onça-pintada, árvores de pau-brasil e o mutum-do-Sudeste, ave extinta na maior parte do Brasil. Além disso, abriga a riqueza histórico-cultural da Costa do Descobrimento, local de chegada da frota de Cabral, e vestígios dos ancestrais dos índios pataxós.

 

Deixe seu comentário