30 anos de Teixeira.

É SUCESSO O MUTIRÃO DE CIRURGIAS EM PRADO

Prado - Bahia | 2 de junho de 2017 - 14:34 | Imprimir

A iniciativa do governo do estado em parceria com a Prefeitura Municipal de Prado promovida pela SESAB (Secretaria Estadual de Saúde) tem sido reconhecida pelos gestores municipais que vêem no projeto a chance de diminuir a fila de espera das centenas de pacientes que estão precisando operar.

Para Mayra Brito, prefeita de Prado sem o MUTIRÃO DA CIRURGIA, ficaria muito difícil atender as demandas cirúrgicas do município; na sua visão, o projeto chegou em boa hora e foi providencial.

Tivemos contato com os responsáveis por esse projeto na SESAB e ficamos sabendo que cada cirurgia dessas, custa em média, R$5.000,00 (cinco mil reais), ora; para uma cidade com pouco mais de vinte e nove mil habitantes, custear essa quantidade de procedimentos ficaria praticamente impossível executá-las, dado o valor baixo da arrecadação.

No dia 31 de maio, o Hospital Municipal de Prado, recebeu a visita da equipe da SESAB, através da Coordenadora do Projeto dos Mutirões, Sra. Viviane Bastos e a Supervisora, Sra. Nayane Peixoto que vieram para avaliar e vistoriar os serviços executados no Mutirão das Cirurgias, que até naquele dia, já passavam de 160 pessoas operadas em uma semana de trabalhos. A impressão levada por elas foi a melhor possível, e segundo Luciano Mota, Secretário Municipal de Saúde, a “avaliação do mutirão em Prado foi extremamente positiva.” Elas despediram-se, agradecendo toda receptividade do município ao projeto, e em nome do Governador Rui Costa, agradeceram por toda atenção.

Já foram enviadas cerca de 300 amostras para o Laboratório Central do Estado (Lacen), que

O governador Rui Costa solicitará nesta segunda-feira (13) uma audiência com o ministro da Saúde, Arthur Chioro, a fim de garantir recursos para intensificar o combate aos focos do mosquito Aedes Aegypti, que é o responsável por transmitir doenças como dengue, chikungunya e zika. Durante a manhã de ontem, no Palácio de Ondina, o governador esteve reunido com o secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas e com o subsecretário, Roberto Badaró.

Também será agendada uma reunião com os prefeitos das cidades de Salvador, Feira de Santana, Porto Seguro, Lauro de Freitas, Serrinha, Araci, Baixa Grande, Castro Alves, Conceição do Jacuípe, Valente, Pintadas e Várzea do Poço, pois são os municípios que concentram as notificações da tríplice epidemia.

Desde o início do ano o Governo do Estado tem auxiliado os municípios com o treinamento dos agentes de endemia, apoio financeiro, além da aquisição e distribuição de insumos para eliminar os criadouros do mosquito. A partir desta semana serão intensificadas as ações de mobilização, sobretudo, com o envolvimento dos prefeitos e da sociedade.

Entre 1º janeiro e 6 de julho deste ano foram notificados 45.538 casos de dengue, 8.906 casos de chikungunya e 32.873 casos de Zika na Bahia. As iniciativas visam ampliar o engajamento de todos, pois a única forma de evitar essas três doenças é com o combate do mosquito, por meio da eliminação dos criadouros do mosquito nas casas, no trabalho e nas áreas públicas. É importante que, ao identificar possíveis criadouros do mosquito Aedes Aegypti, a população notifique a Vigilância do seu município para que os agentes de endemia visitem o local.

ACESSO RÁPIDO
AGENDA / EVENTOS
Comemorações alusivas aos 120 anos de Emancipação Política – 02 de agosto
Entregar o Livro PRADO HISTÓRIA SOFISA – 02 de agosto
FACEBOOK